O projeto intitulado “O Retorno da Democracia no Brasil – Um Estudo Feito Através da Elaboração de Revistas” constituiu uma proposta de construção do saber histórico e buscou alternativas para tornar o aprendizado da História ainda mais dinâmico, fazendo com que os educandos se sintam parte da História.  Assim o trabalho consistiu na elaboração de uma revista que contribuiu para um aprendizado em um âmbito mais amplo:   construção do saber histórico; compreensão sobre a importância do trabalho em equipe e sua organização; gosto pela pesquisa; formação de uma nova concepção de escola - pautada na construção do conhecimento e não apenas na reprodução deste; conhecimento sobre o uso das novas tecnologias.   Levando-se em conta a relevância e a dimensão do projeto, assim como a importância dos temas propostos, o projeto foi avaliado como prova do 3º trimestre.


Etapas do Trabalho

O trabalho foi desenvolvido em equipes de até cinco integrantes e seguiu as seguintes etapas:

 a)     Coleta de dados: os educandos realizaram uma pesquisa em livros e em sites apropriados.  A pesquisa teve como finalidade o resgate de conteúdos e conceitos, imagens, charges e vídeos sobre o fim da Ditadura Militar no Brasil e a volta da democracia ao país. 

b)     Elaboração dos textos: após a realização do processo de pesquisa, os educandos realizaram a elaboração dos textos.  Para este registro foi fundamental que os educandos desenvolvessem os textos conclusivos sobre os temas pesquisados.

c)     Seleção de imagens: Após o processo de pesquisa e elaboração dos textos, os educandos realizaram a seleção das imagens selecionadas durante o processo de pesquisa.  O critério de seleção foi a relevância das imagens e charges com os textos elaborados.  

d)     Entrevista: os educandos realizaram uma entrevista sobre o período da Redemocratização, que compreende os governos de José Sarney, Fernando Collor de Mello, Fernando Henrique Cardoso, e, Luís Inácio Lula da Silva (Lula) e Dilma Rousseff.  Como este período histórico é relativamente recente, a entrevista pôde ser realizada com familiares, pessoas conhecidas, professores, entre outros.    

e)     Curiosidades:  a revista teve que conter também curiosidades sobre o tema proposto, estas curiosidades deveriam ser extraídas de livros ou de sites apropriados. As curiosidades tinham como finalidade tornar as revistas mais atrativas e voltadas ao perfil dos educandos.

f)      Escolha de um nome: as revistas deveriam ter um nome, e para isso, os educandos de cada equipe deveriam em conjunto elaborar o nome da revista.  Este nome deveria ser relacionado ao tema ou a disciplina de História.

g)     Elaboração da capa: as equipes também elaboraram uma capa para a revista. Assim como o nome, a capa também deveria ser relacionada ao tema proposto ou a disciplina de História.

h)     Anúncios publicitários: para a seleção dos anúncios publicitários deveriam ser utilizados dois critérios: 

I – Os anúncios não poderiam ser discriminatórios ou apelativos, e, nem deveriam conter imagens inadequadas a uma revista de História.

II – Os anúncios utilizados poderiam ser de época, ou seja, vinculados a produtos existentes no período (década de 1980 a 2010). 

 

Através do projeto os educandos desenvolveram revistas fantásticas, mostrando dinamismo, organização e criatividade, e principalmente construindo o saber histórico sobre o tema proposto.


Galerias

Retorno da democracia no Brasil – Um estudo feito através da elaboração de revistas - 2018

Ver galeria